Cinco Prefeitura da região demitiram médicos

Levantamento feito pelo Ministério da Transparência concluiu que 60 prefeituras da Bahia demitiram médicos contratados pelas prefeituras e contrataram agentes do Mais Médicos. A manobra gera economia para a gestão municipal, mas fere o estatuto do programa federal, que tem o programa como um “reforço” na Atenção Básica da cidade.

O “jeitinho brasileiro” para economizar a verba do município, no entanto, pode render punição. O Ministério da Transparência afirmou que “o relatório faz parte de um trabalho mais amplo de avaliação do Programa Mais Médicos, realizado em 2015 e publicado em janeiro de 2017. A auditoria abrangeu a fase de avaliação da atuação do Ministério da Saúde na gestão do programa. A outra fase de avaliação refere-se à atuação dos gestores municipais, contemplando quase duzentas ações de controle no país”.  Em nossa região estão na lista os municípios de Cipó, Fátima, Glória, Heliópolis e Novo Triunfo. Do G1.

Nenhum comentário

vitrine