Alunos ''matando'' aula serão recolhidos

  juiz José Brandão Netto
 
A partir do dia 20 DE MARÇO de 2017, os estudantes de CÍCERO DANTAS, HELIÓPOLIS, FÁTIMA, ANTAS E NOVO TRIUNFO (cinco municípios da Bahia) que forem flagrados "matando" aula serão recolhidos ao Conselho Tutelar, onde os pais serão convocados e responderão a processos, que resultarão em aplicação de multa estipulada pela Justiça.

Segundo portaria publicada na quinta-feira pelo juiz José Brandão Netto, que responde pela comarca das 5 cidades, conselheiros tutelares, agentes de proteção à infância estão autorizados averiguarem situação suspeita de evasão escolar.

Mas as medidas não se restringem aos estudantes que escapam das aulas. A portaria prevê punições aos pais de crianças e adolescentes que não matricularem os filhos na escola e também aos pais de jovens analfabetos.

Entre as medidas previstas na portaria, estão a proibição do uso de telefone celular nas salas de aula e o cumprimento da lei federal para que as escolas toquem o Hino Hacional pelo menos uma vez por semana, além da recomendação para que os responsáveis matriculem os filhos na escola a partir dos 3 anos de idade.

As medidas são válidas para escolas públicas e privadas e devem ser cumpridas a partir do dia 20 de março. As medidas apontadas pelo magistrado estão em conformidade com as leis do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e com o Código Penal do país, segundo o documento. Por Clécia Rocha

Nenhum comentário

vitrine