Boatos de valores acumulados do bolsa família gera reviravolta em Itapicuru e região



Um áudio que anda circulando em vários aplicativos de mensagens vem causando um transtorno imenso as famílias de Itapicuru e região que recebem o benefício do bolsa família. Esse áudio de origem desconhecida informa que os beneficiários teriam valores acumulados a receber. Segundo informações juntamente com o áudio vem um link do portal da Transparência onde as pessoas podiam rever os valores acumulados recebidos nos últimos meses que variavam de R$1.200 a R$ 1.800.

Esse boato gerou uma correria por parte das pessoas em querer receber esses valores. Muitas mulheres do município foram em busca de um papel, que seria um relatório do Portal da Transparência, com valores que acreditavam ser de um recurso a receber.

Essas mesma ação ocorreu no estado da Paraíba, onde a reportagem da folha de São Paulo entrou em contato com a coordenadora estadual do Bolsa Família na Paraíba, Ediclê Travassos, que informou ser um boato "maldoso".

Em nota, o ministério negou qualquer reajuste ou acumulação dos benefícios. O Portal da Transparência informou que apresenta as transferências de recursos federais diretamente repassados a cidadãos, referentes ao pagamento do Bolsa Família, realizadas pelo ministério, por meio da Caixa Econômica Federal, pois trata-se de um recurso público.

A consulta, segundo o órgão, não mostra recursos a receber, mas sim "o total recebido em 2016 até o mês anterior".
Fica aqui mais uma vez o alerta para certas informações inverídicas.

Colaboração folha de são paulo.

Nenhum comentário

vitrine