PARA EVITAR DESORDEM E COMPRA DE VOTO, JUSTIÇA IMPÕE LEI SECA E FECHAMENTOS DE BARES






"21 veículos já foram apreendidos antes mesmo da Portaria Entar em vigor"

O acirramento dos ânimos por causas do pleito eleitoral em Olindina, Crisópolis e Itapicuru, a 225 Km de Salvador, fez com que o juiz eleitoral local recomendasse recolhimento de eleitores nos dias 5 e 6 próximos nas 3 cidades, das 22 horas às cinco da manhã.


A decisão tenta inibir ameaças, agressões, nas 3 cidades e até tiros que já foram dados no povoado "Buril", em Crisópolis-BA, que é a mais violenta das 03. Cerca de 21 veículos já foram apreendidos antes mesmo da Portaria Entar em vigor.
A compra de voto também procura ser coibida com a portaria porque chegaram denúncias ao Juiz, José Brandão, informando que o voto está custando R$ 150,00, chegando até  R$ 200,00 no Municípioo de Crisópolis-BA.
As notícias de compra de voto surgem também em Itapicuru-BA e Olindina-BA.


Foram proibidas "reuniões públicas, comícios, passeatas, carreatas, e qualquer outra forma de manifestação política com aglomeração de pessoas e o funcionamento de comitês no dia do pleito. Ainda ficou vedada    "a circulação livre de candidatos, assessores,  cabos eleitorais, dentre outros, nos dias 05 e 06 de outubro, limitando horário de suas visitas às residências dos eleitores e a abordagem na rua do tipo "corpo a corpo"somente entre 05h:00min às 22h:00min"
    
LEI SECA E FIM DE CARRETAS EM CRISÓPOLIS-BA

Proibiu-se,ainda, a comercialização de bebidas alcoólicas nos Municípios acima, no dia 06/10, a partir das 22h, e no dia das eleições (07 de outubro de 2012), da 00:00 hora até às 20:00 horas, em bares, restaurantes, lanchonetes, supermercados, postos de gasolina.

Por fim, além de vetar a circulação de carros plotados pela Zona Eleitoral dos 03 Municípios, a menos de 200 metros das seções eleitorais, a Justiça determinou fechamento de bares e restaurantes, trailers e estabelecimentos comerciais, que tenham como atividade principal a comercialização de bebida alcoólica, após às 22horas no dia 06, e até às 20h no dia 07.
  Atendendo pedido do Ministério Público Eleitoral, a Justiça também mandou suspender carreatas e passeatas em Crisópolis-BA por causa de vários crimes, como atropelamentos de pessoas, existência de seguranças armados de políticos, que estavam ameaçando pessoas e ainda tentaram agredir Djalma Marcelo Caldas, filho do deputado estadual Aderbal Caldas, no último domingo, no "Povoado Pacheco", conforme denúncis de 5 testemunhas, que ainda pediram garantia de vida ao Juiz. "Estamos com muito medo", queremos garantia de segurança", disse a mãe da vítima.
Este último fato foi comunicado à Presidente do TRE-BA.
 
Informou a Assessoria da Justiça

Nenhum comentário

vitrine