FLAGRA: CRIME CONTRA SAÚDE PÚBLICA EM ITAPICURU-BA

Todos os moradores de Itapicuru sabem que o matadouro municipal está fechado a algum tempo devido a falta de condições higiênicas para o abatimento de gado, contudo, mesmo após o fechamento do local alguns ainda insitem, de forma ilegal, no abate bovino sem a mínima condição para tal prática, fato que sem dúvida tras riscos para a saúde pública. Não bastasse o abate feito sem autorização, com matadouro fechado, ao ar livre e em local totalmente sujo, a carne que sai desta prática vai abastecer alguns frigoríficos da cidade e, consequentemente, vai à mesa do consumidor.
Cansados da prática que nada mais é do que um atentado a saúde pública, moradores da rua onde se localiza o matadouro municipal denunciaram ao juiz de Itapicuru a prática, este por sua vez solicitou que fosse comunicado no momento exato que o abate estivesse ocorrendo e, não deu outra, no ultimo dia 10 de julho por volta das 17h e 30min, no momento exato da matança, após ligação de um morador a polícia militar de Itapicuru apareceu de surpresa e deu um flagrante na cena absurda que se passava ali. Em poucos instatntes os responsáveis pelo animal aparecerem, houve intenso diálogo com a polícia e, ao que parece, irão responder pelo crime. Cabe agora esperar os resultados.


                     Fig. 1: Chegada da viatura ao matadouro, local do abate do gado.





A Crítica:  "há pessoas que são espertas demais ou acham que os outros são burros". Esta frase popular traduz perfeitamente a situação, parem pra pensar, será que eles não sabiam que estavam fazendo algo ilegal? Claro que sim. Será que não sabiam dos riscos a saúde? Claro que sim. Então, por que em pleno século XXI certas pessoas ainda insistem em querer dar uma de espertalhões, promovendo situações absurdas que poderiam causar a morte de alguém, pois, se a carne é utilizada para consumo, só Deus sabe o que poderia um dia acontecer. Tomara que com este ocorrido a prática seja coibida de vez, os infratores punidos e não tenhamos mais que ver situações semelhantes. Parabéns ao (s) denunciantes, exerceram seu papel de cidadão.

Postado por: Ronivaldo Santos de Jesus

Um comentário:

  1. Até parece que a polícia do local não sabe que acontece esse tipo de coisa nessas cidades pequenas do nosso interior.
    Não há nada de novo nisso. Só não sei porque demoram tanto para se fazer alguma coisa.

    ResponderExcluir

vitrine